greencard.com.br

  • Loteria de Green Cards
  • Conheça os EUA
  • Estudo nos EUA
  • Trabalho nos EUA
  • Vistos
  • Vistos

    Dúvidas Comuns

    1. Normalmente quem pode acompanhar o titular de um visto?
    Cônjuge e filhos solteiros menores de 21 anos. Neste caso os acompanhantes deverão solicitar o visto de acompanhante correspondente além de comprovar a capacidade financeira de manutenção destes pelo período de residência.

    2. Tenho um visto de estudante. Eu e minha família podemos trabalhar?
    Os acompanhantes não podem trabalhar, já o estudante, em alguns casos, consegue trabalhar na escola onde estudar. A partir do 2º ano de estudo o INS poderá permitir o trabalho fora da escola por motivos ou circunstâncias imprevisíveis, fora do controle do aluno, que o tenham feito perder a capacidade de pagar o curso ou manter-se, logicamente caso a escola dê permissão para este trabalho. A solicitação (EAD) e feita pelo colégio e autorizada ou não pelo INS.

    3. Posso fazer o 2º grau em uma escola pública americana?
    Sim, porém ela só e pública (gratuita) para cidadãos americanos e residentes legais. Para estrangeiros ela será paga e este pagamento deverá ser efetuado com antecedência além de o curso não poder durar mais de 12 meses.

    4. Posso ampliar o prazo de meu visto de estudante?
    A princípio o visto é dado pelo prazo do curso desejado mais dois meses e só poderá ser prorrogado por motivos acadêmicos ou de saúde. Este pedido (embasado) deve ser feito à escola com pelo menos 30 dias de antecedência do fim do visto. A decisão pela prorrogação é de responsabilidade do colégio ou universidade que, então, informará ao Departamento de Imigração. Ha dois pré-requisitos para a consecução desta ampliação: ter-se mantido em situação legal até então e motivar a solicitação. 

    5. Posso tentar um visto de emprego enquanto estiver estudando? 
    Nada impede que você, enquanto estiver estudando, entre em contato com empregadores e tente conseguir um que tenha interesse em patrocinar-lhe um pedido de visto H1B (Trabalho).
    Você pode tentar duas opções:
    Caso se esteja estudando em horário integral, nível superior, e há mais de 9 meses nos EUA pode-se tentar conseguir um Treinamento Prático Opcional (OPT) de até um ano. Esta permissão independe do Serviço de Imigração pois a autorização é dada pelo Oficial Escolar Designado (DSO) da escola. Você deve entrar com um pedido o mais cedo possível a fim de conseguir o treinamento tão logo acabe o curso. Este é um bom momento para sobressair-se e tentar conseguir uma empresa que patrocine um visto de trabalho para você. Este treinamento prático pode ser feito durante o curso ou após o término deste e pode durar até um ano. E mais fácil que conseguir um emprego direto pois não há burocracia. Não há oportunidade de OPT para estudantes de Inglês. A tentativa diretamente com empresas, por meio da distribuição de currículos, a fim de encontrar uma que se disponha a solicitar um visto de trabalho para você é uma opção bem mais difícil já que você, por ter recém terminado o curso, não disporá de experiência suficiente para despertar o interesse do empregador. Caso se tenha um currículo escolar excelente as chances aumentam um pouco. Em qualquer dos casos o auxílio legal especializado em imigração se faz necessário pois a burocracia é muita.

    6. Consegui um visto de turista. Passarei por algum tipo de inspeção na minha chegada aos EUA?
    Sim. Ainda no avião você preencherá um formulário explicitando o motivo de sua visita, tempo de duração e outras informações. Ao chegar no aeroporto você será encaminhado a Imigração onde deve apresentar seu passaporte e formulário. Todas as pessoas que chegam aos EUA podem ser, a critério do inspetor de imigração, inspecionadas quanto a 4 critérios, a saber: saúde publica, imigração, alfândega e agricultura. O visto por si só não garante a entrada no país, a última palavra é a do agente de imigração.

    7. Pessoas que já estão nos EUA de alguma forma legal podem pleitear um outro tipo de visto?
    Sim, devem requerer um ajuste de status.

    8. Consegui um visto H1B (Trabalho). Como faço com relação a minha esposa e filhos? Eles poderão trabalhar? Meus pais são meus dependentes, eles podem acompanhar-me?
    Leve ao consulado os passaportes de seus acompanhantes, juntamente com certidões de nascimento e casamento, o certificado de aprovação de seu visto H1B e de entrada em um pedido de visto H4 para eles. Eles não poderão trabalhar a menos que consigam empresas dispostas a patrocinar seus próprios vistos H1B. 
    Quanto aos seus pais, infelizmente, eles não poderão acompanhá-lo como residente temporário. Somente cônjuges e filhos solteiros menores de 21 anos podem acompanhar o titular de um visto. Eles terão que ficar indo e vindo com visto de turista podendo ficar um período lá, prorrogar este prazo, voltar antes do término do visto e ir novamente.

    9. Posso ter mais de 1 visto de trabalho (H1B)?
    Sim, sem problemas.

    10. E difícil conseguir um visto de trabalho?
    Sim. A burocracia é muita e isto desestimula as empresas. Acontece que a falta de mão-de-obra é tão grave que, aos poucos esta cultura está mudando e as oportunidades aumentando.

    11. Pretendo conseguir um visto de trabalho mas minha intenção final é um green card. E possível partir de um visto H1B e chegar ao green card?
    Sim, em certos casos, desde que sua área de trabalho seja uma das que contam com problemas graves de disponibilidade de mão-de-obra, como informática, telecomunicações e outros ramos da alta teconologia, por exemplo. Esta mudança de status deve ser tentada com o auxílio de um bom advogado especializado em imigração.

    12. Se eu conseguir um visto de trabalho a empresa empregadora arcará com todos os custos da mudança, auxilio legal, adaptação, etc?
    Isto varia de empresa para empresa. Umas cuidam de tudo enquanto outras deixam por sua conta. Aconselhamos àqueles que desejam conseguir um visto de trabalho a colocar no currículo que se dispõem a arcar com estes custos. Cremos que isto pode pesar na hora da escolha e caso a empresa tenha o costume de cobrir estes custos ela fará de qualquer forma. É um custo que deve entrar no orçamento de quem deseje trabalhar no exterior e que se paga com sobra no primeiro salário recebido.

    13. Tenho que adaptar meu currículo ou a simples tradução do brasileiro serve?
    As pessoas tendem a dar pouca importância ao currículo quando ele é, normalmente, se não a única forma de divulgação possível, sempre a mais importante. O currículo para empregadores americanos difere bastante dos currículos normalmente utilizados no Brasil e, se a distribuição deste for feita via internet, maiores ainda serão as diferenças. Procure empresas especializadas para o desenvolvimento de seu currículo. Nós o somos mas há centenas de outras empresas habilitadas a ajudá-lo. Escolha a que julgar mais conveniente e faça um currículo com profissionais do ramo.

    14. Com visto de trabalho ou estudo posso matricular meus filhos em escolas públicas?
    Sim.

    15. Qual a validade de um green card?
    O visto não tem prazo de validade. A carteira é que deve ser renovada de tempos em tempos, da mesma forma que nossas carteiras de motorista. No momento, a validade da mesma é de 10 anos.

    16. Tenho o green card mas pretendo passar um longo período no Brasil? Há algum problema? 
    Até 6 meses não há problema. Por mais tempo problemas podem surgir. Você pode solicitar uma permissão para viagens mais longas mas isto não garante que o oficial da imigração não crie problemas. O ideal é não extrapolar o limite de seis meses. Não se deve, também, ficar longos períodos fora. Não há limite explícito mas o bom senso indica evitar problemas com viagens longas. Assim como ficar ausente sucessivos longos períodos, como, por exemplo, 6 meses fora todos os anos. Há que se entender que o green card e um visto de residência, logo pressupõe-se que quem o possui deseja efetivamente residir nos EUA.

    17. Fiquei além do permitido em uma viagem há dois anos. Posso ter problemas de conseguir um visto agora pois o meu expirou?
    Sim. Quando você sai do país fica registrada a sua permanência ilegal. Você pode até conseguir o visto na embaixada ou consulado e ter problemas na chegada aos EUA. Note que isto é uma possibilidade.

    18. Viajarei para os EUA em breve, com visto F1, para fazer uma especialização. Minha esposa acompanhar-me-á com visto F2. Ela pode trabalhar como free lancer enquanto estivermos lá?
    Não arrisque. O visto F2 não habilita seu portador ou acompanhantes a trabalhar. Se descobertos ambos podem ser deportados. Fale para ela preparar um bom currículo e tentar conseguir um empregador disposto a patrocinar-lhe um visto de trabalho.

    19. Quero estudar na melhor universidade de direito que há nos EUA? Como devo proceder?
    Infelizmente, neste caso, dinheiro não é o o único fator. Para estudar nas melhores faculdades americanas há que se ter um currículo irrepreensível além de alto nível de Inglês. Estude as páginas destas universidades e veja as exigências. Faca um TOEFL, prepare seu currículo e envie-o para a análise.

    20. Com visto de estudo (F1) posso estudar em escolas gratuitas?
    Algumas poucas escolas aceitam estrangeiros nas chamadas Adults Schools. Você deve informar-se com as escolas da região para onde você pretende viajar. Note que estes cursos não são tidos como os melhores.

    21. O que é exame do Board?
    Quem consegue o visto de trabalho tem que obter autorização em âmbito estadual para trabalhar. Esta é conseguida por meio de um exame de aptidão para sua área de trabalho/formação que se chama Board Exam. Seu diploma por si só não tem valor sem que você passe neste exame.

    22. Só se pode abrir negócios nos EUA com investimentos de 500 mil ou 1 milhão de dólares? Não há forma menos dispendiosa?
    Você pode abrir uma empresa com tão pouco quanto 1.000 dólares. Esta empresa terá que empregar americanos ou residentes legais e você não poderá trabalhar nela apenas gerenciá-la. Poderá solicitar um visto de permanência após algum tempo. Quando fala-se de emigração por investimento, isto é a chance de residir e mais tarde receber um green card, refere-se a investir entre 500 mil e 1 milhão de dólares. O visto por abertura de empresa é o L1.

    23. Aumentar o número de vistos de trabalho e de green cards para estrangeiros?
    As empresas americanas insistiram em aumentar o limite anual máximo de vistos de trabalhos pois eles diziam que estavam tendo que abrir filiais no exterior por falta de mão-de-obra disponível nos EUA! O tema era de forte apelo e o limite foi aumentado para 195.000 por ano. Quanto ao número de green cards é menos provável pois estes não garantem que seu portadores terão formação nas áreas onde há falta crônica de mão-de-obra.

    24. Tenho um ótimo currículo na área de Informática e facilmente conseguiria uma oferta de trabalho. O que tenho que fazer?
    O único porém é o facilmente. Não é fácil nem rápido o processo de se conseguir um emprego nos EUA. Um bom currículo certamente é um grande passo de um processo em que não há muito como se ganhar tempo.
    Prepare seu currículo e envie-o para o maior número possível de empregadores. Quando começarem a aparecer as ofertas de emprego contate um bom advogado especializado em imigração e instrua-se. São muitos os passos e exigências e sem ajuda especializada a dificuldade é enorme.

    25. O que é TOEFL?
    TOEFL é um exame que mede o grau de conhecimento de Inglês e quem deseja estudar ou trabalhar nos EUA tem de fazê-lo. Quem deseja trabalhar deve fazer constar sua pontuação em seu currículo. Pode e deve ser feito ainda no Brasil.

    26. O que é tradução juramentada?
    É a tradução feita por profissionais que tem fé publica nos EUA, isto é, a tradução feita por estes profissionais tem reconhecimento dos órgãos oficiais e escolas americanas.

    27. Quais as vantagens da naturalização?
    A naturalização é o processo de alteração da cidadania de pessoas que sejam residentes legais e estejam nos EUA há mais de 5 anos. Não há uma vantagem sobre residentes legais. É um assunto de foro pessoal, um opção que pode trazer benefícios em termos pessoais e não gerais. A única possível vantagem é poder solicitar green cards para pais e irmãos. Ainda assim este pedido leva a um processo que leva mais de 10 anos, 5 de residência para se pleitear a naturalização e mais 5 a 7 de espera pela emissão do visto.

    28. Como posso informar-me sobre o status de minha petição de vistos?
    Consulte o escritório do INS (Serviço de Imigração) que recebeu seu pedido.

    29. O que são priority dates?
    Como o número de green cards emitidos são limitados por cotas numéricas anuais e também por país, cada pedido de visto como priority date a data da solicitação do visto. Esta data servirá como ordem (classificação) para a efetiva emissão do visto.

    30. O que são estimated processing times?
    Trata-se do prazo provável de espera de alguma solicitação feita ao INS. É o número de dias úteis que provavelmente faltam para o atendimento do pedido. Por exemplo se o estimated processing time for de 30 a 60 dias, significa que deve-se esperar de 5 a 9 semanas.

    31. Uma empresa pequena pode solicitar um visto de trabalho para mim?
    Sim, porém, muito provavelmente haverá maiores exigências por parte do INS. Na realidade quanto maior a empresa mais facilmente correrá o processo de vistos de trabalho solicitados por esta.

    Caso ainda persista alguma dúvida envie-nos por e-mail clicando aqui.

     

    Como não vimos atualizando a página, ela pode ter informações que não sejam mais válidas. Por favor confirme em sites
    oficiais os procedimentos corretos e/ou completos. Visite http://travel.state.gov/visa/visa_1750.html para informações sobre
    vistos de todos os tipos.

    Assuntos RelativosAssuntos relacionados

    Marketing Digital & Design - Clicktime